Bispos do Regional Nordeste 2 são eleitos para comissões episcopais da CNBB até 2027

O bispo da Diocese de Cajazeiras (PB) e presidente da CNBB Nordeste 2, dom Francisco de Sales, passa a integrar a Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé.

Três bispos da CNBB Nordeste 2 – que compreende os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte – foram eleitos para compor comissões episcopais da entidade pelos próximos quatro anos. A escolha foi realizada pelos membros do Conselho Permanente da Conferência, durante reunião que acontece, em Brasília (DF), desde terça-feira (20) e será concluída nesta quinta-feira (22).

O bispo da Diocese de Cajazeiras (PB) e presidente da CNBB Nordeste 2, dom Francisco de Sales, passa a integrar a Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé. O grupo tem a função de assessorar o episcopado brasileiro em algumas questões doutrinais e trabalhar as questões de fé e da moral dentro da Conferência a partir de alguns problemas que possam surgir através do processo de evangelização. 

O religioso trabalhará ao lado do bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ), dom Antonio Luiz Catelan Ferreira; do bispo da diocese de Crato (CE), dom Magnus Henrique Lopes e do bispo auxiliar da diocese de Santo Amaro (SP), Dom Marcelo Antonio da Silva. A comissão tem como presidente o bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro, dom Joel Portella Amado.

O bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife (PE) e referencial para as Pastorais Sociais da CNBB Nordeste 2, dom Limacêdo Antonio da Silva, foi eleito para a Comissão Episcopal para a Ação Sociotransformadora. A comissão tem a atribuição de fortalecer a participação da Igreja na formação do desenvolvimento humano integral, na construção de uma sociedade justa e solidária, promovendo o respeito aos Direitos Humanos, à luz do Evangelho, da Doutrina Social da Igreja e da opção pelos pobres.

Ao lado de dom Limacêdo, atuarão na comissão o bispo da Prelazia de Itacoatiara (AM), dom José Ionilton de Oliveira; o bispo da Diocese de Jales (SP), dom José Reginaldo Andrietta; o bispo da Diocese de Corumbá (MS), dom João Aparecido Bergamasco; e o arcebispo de Londrina (PR), dom Geremias  Steinmetz. Os prelados se somarão ao trabalho realizado pelo presidente da comissão, o bispo de Brejo (MA), dom José Valdeci Santos Mendes.

Recondução

O bispo da Diocese de Floresta (PE), dom Gabriel Marchesi, foi reeleito para a Comissão Episcopal para o Laicato, que tem a atribuição de promover a identidade, vocação, espiritualidade e missão, bem como a formação, organização e atuação das leigas e dos leigos na Igreja e no mundo.

Presidida pelo bispo de Araguaína (TO), dom Giovane Pereira de Melo, a comissão contará também com o serviço do bispo da Diocese de Campos (RJ), dom Roberto Francisco Ferrería Paz; e do bispo da Diocese de Uruguaiana (RS), dom José Mário Scalon Angonese.

Com informações da CNBB

Author
Thiago Lima

Thiago de Lima Silva, natural de Salgueiro-PE, tem 31 anos. Iniciou no Rádio aos 17 anos de idade.

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Contador de visitas