IPA promove seminário sobre produção leiteira no Semiárido

O evento foi realizado na Estação Experimental do IPA de Arcoverde e contou com a participação de pesquisadores do instituto e da Embrapa

Produção Leiteira no Semiárido – Inovações e Tecnologias. Esse foi o tema do seminário realizado pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), na Estação Experimental da empresa, em Arcoverde. No evento, pesquisadores da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa) e do IPA levaram para produtores de leite e pecuaristas da região informações sobre gado holandês e girolando, sorgo, milheto e palma forrageira.

Durante o seminário, além do aprendizado com as palestras temáticas, os agricultores também receberam orientações sobre melhoramento genético do gado girolando. O pesquisador Marcos Vinicius Barbosa, da Embrapa Leite e coordenador de Melhoramento Genético do Girolando no país, e Edvaldo Ferreira, representante da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, irão permanecer mais dois dias na Estação Experimental de Arcoverde, para avaliar e fazer um direcionamento técnico da seleção do girolando 5\8, raça que está sendo aprimorada pelo IPA.

Nas palestras sobre o Melhoramento, Manejo e Uso da Palma Forrageira para Produção do Leite e a Importância do Sorgo e do Milheto como suporte Forrageiro no Semiárido, os pesquisadores do IPA Djalma Cordeiro dos Santos e José Nildo Tabosa, esclareceram dúvidas sobre os tipos de palma, milheto e sogro, mostrando para os agricultores as variedades desenvolvidas pela empresa mais indicadas para a região do Semiárido.

Ao falar para os participantes, o diretor presidente do IPA, Joaquim Neto, afirmou que o papel do IPA é melhorar a vida do agricultor. “Temos aqui a pesquisa e a extensão. Não adianta um pesquisador pesquisar, produzir artigos científicos, se não for lá para o campo e melhorar a vida do agricultor. Essa é a nossa missão”, assegurou.

Para o produtor rural e criador de girolando no município de Belo Jardim, Antônio Valença de Araújo, o seminário foi bastante esclarecedor. “Sou criador de gado girolando desde o início do ano 2000, sempre comprando reprodutores do IPA e desenvolvendo essa raça e agora, com o seminário, adquiri novas informações”, destacou.

José Tenório, produtor de leite na região do município de Pedra, ressaltou o impulso que o IPA está ganhando na gestão da governadora Raquel Lyra e do diretor presidente do instituto, Joaquim Neto. “O IPA estava sucateado. Pensamos até que iria fechar. Doutor Joaquim é gestor, foi da casa e vem mostrando que ainda iremos colher bons frutos”, disse. Ele complementou, ainda, que o seminário tirou dúvidas relevantes para produtores da região. “Essas palestras foram importantes para a gente escolher qual a forrageira que se adequa ao nosso potencial de chuva”, observou.

Já Rosilene Alves, produtora de leite e pecuarista em Pedra, destacou o papel do IPA na assistência para o melhoramento genético do gado, principalmente para os pequenos produtores. Ela também pontou a necessidade dos próprios agricultores de procurarem o aprendizado. “A cada dia, o IPA se renova e busca melhorias para os produtores. Agora, os produtores precisam buscar mais essas informações”, observou.

Do IPA participaram do evento, o diretor presidente Joaquim Neto, o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Henrique Castelletti, e o diretor de Extensão Rural, Francisco Dantas; o assessor da governadora Raquel Lyra, Popó Vaz, o presidente do Sindileite/PE, Alex Costa, o prefeito de Buíque, Arquimedes Valença, e, ainda, secretários municipais de agricultura, criadores e produtores rurais de diversas regiões de Pernambuco. O seminário foi realizado na última terça-feira (27).

Tags:
pernambuco
Author
Thiago Lima

Thiago de Lima Silva, natural de Salgueiro-PE, tem 31 anos. Iniciou no Rádio aos 17 anos de idade.

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Contador de visitas