CNBB Nordeste 2 lança subsídio para a Campanha da Fraternidade 2023

Com o tema “Fraternidade e Fome” e lema “Dai-lhes vós mesmo de comer” (Mt 14,16), a CF 2023 convida a Igreja e a sociedade a enfrentar esse problema que aflige famílias de todo o Brasil.

O Regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB NE2) lançou o subsídio da Campanha da Fraternidade (CF) 2023. O material reúne Texto-base, Via-Sacra, roteiro para cinco encontros comunitários de espiritualidade e uma seleção de cantos temáticos.

O documento foi preparado pela Equipe da Campanha da Fraternidade composta pelo bispo da Diocese de Garanhuns (PE) e presidente do regional, dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, pelos padres Agenor Guedes Filho, OSB (Sec. Executivo Regional NE2); Elison Silva (Arquidiocese de Maceió/AL); Matias Soares (Arquidiocese de Natal/RN); Pedro Igor Leite (Diocese de Garanhuns/PE); e pelo cônego Egídio de Carvalho Neto (Arquidiocese da Paraíba).

Para adquirir o livrinho, os fiéis podem se dirigir às cúrias diocesanas ou procurar nas paróquias de Alagoas, da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. 

A fome no Nordeste 2

Com o tema “Fraternidade e Fome” e lema “Dai-lhes vós mesmo de comer” (Mt 14,16), a CF 2023 convida a Igreja e a sociedade a enfrentar esse problema que aflige famílias de todo o Brasil. Até o ano passado, mais de 30 milhões de pessoas viviam em insegurança alimentar grave, segundo a Rede Pensan, formada por entidades como Ação da Cidadania, Actionaid, Ford Fundation, Vox Populi e Oxfam.

“De modo especial no Nordeste 2 é altíssima a taxa de insegurança alimentar moderada e grave. Há pessoas que passam fome. E isso tem a ver conosco, tem a ver com a nossa fé”, afirma o bispo da Diocese de Garanhuns (PE) e presidente da CNBB NE2, dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, na mensagem de apresentação do subsídio.

O levantamento da Rede Pensam coloca Alagoas no topo do ranking dos estados onde há mais gente passando fome. Conforme o estudo, 59,9% da população que vive lá está em situação de insegurança alimentar moderada/grave. Os índices são altos também em Pernambuco (47,9%), no Rio Grande do Norte (35,2%) e na Paraíba (33,8%).

“É disso que quer tratar a Campanha da Fraternidade deste ano. O tema é ‘Fraternidade e Fome’. É uma bela ocasião para a concretização de nossa conversão quaresmal e para ‘sensibilizarmos a sociedade e a Igreja para enfrentarmos o flagelo da fome, por meio de compromissos que transformem esta realidade a partir do Evangelho de Jesus Cristo'”, destaca dom Paulo.

Ações concretas

O livrinho da CF 2023 produzido pelo Regional Nordeste 2 também aponta ações concretas que podem ser assumidas pelos poderes públicos nos âmbitos municipal, estadual e federal, pela sociedade civil organizada e pela Igreja. As sugestões visam a estruturação de políticas públicas de erradicação da fome a curto, médio e longo prazo.

Na esfera da CNBB NE2, o documento cita como necessidade a formação qualificada de agentes de pastoral na dimensão do Ensinamento Social da Igreja e a reprodução em todas as dioceses da Casa do Pão inaugurada pela Arquidiocese de Olinda e Recife, em novembro de 2022. O projeto é o marco do 18º Congresso Eucarístico Nacional que oferta alimentação e serviços gratuitos a pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Author
Thiago Lima

Thiago de Lima Silva, natural de Salgueiro-PE, tem 31 anos. Iniciou no Rádio aos 17 anos de idade.

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Contador de visitas