A Arquidiocese de Olinda e Recife é a minha esposa amada, prometo amá-la com toda a minha força”, diz Dom Paulo Jackson

Dom Paulo Jackson atualmente é o bispo da Diocese de Garanhuns (PE) que é formada por 26 municípios e tem 37 paróquias.

O 9º arcebispo de Olinda e Recife (PE), dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, nomeado nesta quarta-feira (14) pelo Papa Francisco, destacou a “reconciliação” e a “sinodalidade” como alguns dos pilares que devem pavimentar este novo ciclo de sua caminhada. Na primeira entrevista concedida após o anúncio da Santa Sé, o prelado, que também é segundo vice-presidente da CNBB, declarou seu amor pela arquidiocese, expressou entusiasmo e se colocou com humildade a serviço da terceira Igreja particular mais antiga do Brasil.

“Recebi a novidade como um homem de igreja que sou, pois é um pedido da Igreja e do Espírito Santo e com obediência eclesial acolho. A Arquidiocese de Olinda e Recife é a minha esposa amada, prometo amá-la com toda a minha força”, afirmou dom Paulo Jackson, em entrevista à Rádio Olinda, emissora da Igreja pernambucana.

Dom Paulo Jackson atualmente é o bispo da Diocese de Garanhuns (PE) que é formada por 26 municípios e tem 37 paróquias. A partir do dia 13 de agosto, quando deverá tomar posse na Arquidiocese de Olinda e Recife, assumirá uma Igreja com 19 cidades – mais o distrito de Fernando de Noronha – com 150 paróquias e uma população estimada em mais de 4 milhões de habitantes.

“É uma diocese histórica, a segunda do Brasil se considerarmos que a Diocese de Olinda foi criada no mesmo ano que a Diocese do Rio de Janeiro, com toda a complexidade de das grandes cidades. Chego com espírito de sinodalidade e humildade contando com a colaboração de todos. Lembro da primeira palavra que disse [publicamente] quando fui eleito segundo vice-presidente da CNBB, “reconciliação”. Conclamo a Arquidiocese de Olinda e Recife a vivermos esse belo momento de reconciliação, caminhando como ‘Igreja Sínodo’ com o objetivo comum que é evangelizar”, disse o epíscopo.

Ainda de acordo com dom Paulo Jackson, a Arquidiocese de Olinda e Recife conta com a presença de “muitos irmãos bispos eméritos” com quem ele espera contar “na missão evangelizadora”. “Quero me colocar nas mãos de Deus para amar e servir. Conto desde já também com as orações de todos”, salientou o novo arcebispo.

Gratidão à Diocese de Garanhuns

Minutos após o comunicado oficial de que seria o novo arcebispo de Olinda e Recife, dom Paulo Jackson divulgou um vídeo para todos os fiéis do seu novo rebanho. Além de reforçar o sentimento de alegria com a novidade, o bispo aproveitou para agradecer à Diocese de Garanhuns, onde está há 8 anos.

“Peço que vocês orem por mim, que o Espírito Santo possa guiar esse caminho bonito de sinodalidade que se abre a partir de agora”, disse dom Paulo Jackson.

Fonte: CNBB NE2

Author
Thiago Lima

Thiago de Lima Silva, natural de Salgueiro-PE, tem 31 anos. Iniciou no Rádio aos 17 anos de idade.

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Contador de visitas